• Pedro Boscov

O que faz um Arquiteto?


Antes de responder a pegunta acima, vou propor um desafio, ok? Tire dois minutos para pensar na resposta. Depois que chegar a uma conclusão, volte pra cá que eu aposto que vou conseguir adivinhar o que você pensou, fechado? Ótimo, então valendo!

O QUE FAZ UM ARQUITETO? (na visão do público geral)

- projetos de casas e prédios

- plantas

- decoração

- interiores

- desenhos técnicos (que só eles entendem)

- vegetação e paisagens de praças

- visita as lojas e escolhe acabamentos e móveis para sua casa ou comércio

- fica no escritório desenhando coisas complicadas enquanto o Engenheiro está na obra executando os serviços

- não sei muito bem, mas acho que ele faz tudo isso que você escreveu aí em cima

Se não mencionei alguma coisa, por favor me perdoe. Mas acho que o que escrevi cobre pelo menos 90% das respostas do público geral, não é? Bom, nada disso está muito longe da realidade, mas nossa profissão é bem mais do que isso.

O QUE FAZ UM ARQUITETO? (na realidade)

De acordo com a definição do CAU, que é o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, (ou seja, o órgão que regulamenta nossa profissão) o Arquiteto "é o profissional que projeta e idealiza os espaços para os mais diversos usos humanos. Pode ser um prédio, uma praça, uma casa ou mesmo uma área verde. Ele quem planeja as construções, organiza os espaços e encontra soluções atender às necessidades de quem utilizará aquela construção." Mais detalhes podem ser verificados no link abaixo:

http://www.caubr.gov.br/caubr-define-atividades-que-so-podem-ser-realizadas-por-arquitetos-e-urbanistas/

Apesar de correta, essa definição ainda é muito geral e, na minha opinião, totalmente incompleta. Arquitetos são, na verdade, o começo, o meio e o fim de qualquer construção, obra, reforma ou modificação nos espaços humanos. É o Arquiteto, antes de qualquer outro profissional, que faz a coisa mais importante de qualquer projeto ou obra: o diagnóstico da situação. Sim caro leitor, pois não adianta nada você começar a tratar do problema sem antes ter um diagnóstico preciso da situação. Temos que saber o que existe hoje, para poder definir com exatidão o que deve ser feito. É preciso andar antes de correr, certo?

É o Arquiteto que vai sentar com você, e com todas as pessoas envolvidas nos processos de decisão, e escutar todas as necessidades, avaliar os recursos e começar a traçar esse diagnóstico tão necessário para resolver da melhor maneira possível todos os anseios e desejos. Ele vai entender e lhe apresentar, antes do início de qualquer transformação, antes do primeiro recurso sair do seu bolso e ser aplicado na obra, o que pode ser feito dentro das possiblidades materiais, emocionais e financeiras do momento. Mas não pára por aí!

Após o diagnóstico, o Arquiteto começará a propor soluções utilizando uma mistura de ferramentas técnicas e artísticas. Ele não só terá idéias para que seu espaço possa ter boa iluminação natural, ventilação, acústica, áreas de lazer espaçosas, áreas íntimas silenciosas e reservadas, planos visuais interessantes e circulações que atendam as normas. Ele irá fazer com que toda essa porção prática e técnica dos espaços venha envelopada numa bela obra de arte.


0 visualização